quarta-feira, junho 08, 2005

Os Empata-Phodas

O terror está de volta!! Depois de um breve período de ausência, essa raça de seres míticos regressou para atribular a vida dos habitantes deste belo país à beira mar plantado.
Mas enganem-se todos os que pensem que esses seres que “não phodem nem deixam phoder” são todos iguais. Existe uma grande variedade de Empata-Phodas e o Staff do Mau P’rá Phoda decidiu embarcar numa grande viagem para expor assim ao público a verdade sobre tais seres.
Passo então a descrever os vários tipos de Empata-Phodas e os vários efeitos que provocam nos mortais:


Empata-Phodas nº 1: O Castiçal – o Castiçal é o tipo de Empata-Phodas cuja missão de vida é impedir os mortais de cortejar alguém. O modus operandus do Castiçal consiste em, quando um mortal se prepara para começar o ritual da corte, aproximar-se a uma distância muito menor que o socialmente aceitável numa situação íntima, e aí, segrega umas feromonas que causam ataques de riso incontroláveis, impedindo o mortal de se concentrar no ritual. Existe ainda um outro tipo de Castiçal, embora muito mais raro, que actua sobre os mortais, não com feromonas, mas com ondas sonoras, parecendo, a alguém não entendido no assunto, que estão a tentar controlar o riso. Normalmente tomam a forma de indivíduos do sexo masculino e da mesma faixa etária do mortal que atormentam. São vistos geralmente em cantinas.


Empata-Phodas nº 2: O Indeciso – O Indeciso costuma frequentar locais onde se gerem filas de espera para escolher algum produto, como, por exemplo, um supermercado. Ao contrário do Castiçal, o Indeciso não possui nenhum poder que actue directamente nos mortais. Estes vêm equipados com um tremendo poder psíquico que lhes confere o dom de saber o que os mortais procuram em tais estabelecimentos. O seu modus operandus consiste em deslocar-se até ao produto em questão e aí, colocam a sua arma em posição. A arma preferida dos Indecisos é um carrinho de supermercado, sempre cheio e colocado de modo a impedir a passagem do mortal. Fingem então que não conseguem escolher qual o produto que desejam, provocando ataques de fúria nos mortais. O único método até hoje que consegue repelir estes seres é um encantamento milenar. Consiste em virar a cabeça ligeiramente para um lado, revirar os olhos e proferir baixinho (mas de modo a ser ouvido pelo Indeciso): “Empata-Phodas do c*ralho!”. O Indeciso olhará então para o mortal com ar indignado e retirar-se-á, para incomodar outro mortal. Ocupam maioritariamente a forma de cidadãos de terceira idade e preferem assumir a forma feminina.


De momento foram estas as conclusões da investigação do Staff, pois um dos membros do Staff foi atacado por um bando de Castiçais. Encontra-se em período de convalescência, mas recebemos indicações que irá ficar bem. Prometemos, no entanto, voltar com as descrições das outras espécies de Empata-Phodas.
Pedimos então, que relatem as vossas experiências com os Empata-Phodas para, em conjunto, acabarmos com essa ameaça.


1000101 (um milhão cento e um)

3 comentários:

Ripado disse...

Esta história dos Empata-Phodas tem muito que se lhe diga... Mas, a verdade é que soube que sabe~se muito mais sobre estes seres, mas esta informação foi ocultada aos olhos do público (uma vergonha, como sempre!!). Por isso deixo aqui o apelo para fazerem pressão para estas informações virem ao de cima, porque é uma questão de defesa nacional saber tudo sobre esta raça que ameaça cada vez mais o público Português, em especial o que frequenat cantinas (tipo F*p, porque soube de situações involvendo estes seres) E mais não digo). Fica o pedido.

Runcolho disse...

É... parece que sim...
Estes perigosos seres andam à solta... o governo até já pondera um reunião de estado extraordinária, tal como convocatória para uma sessão especial na assembleia da república (a ser transmitida no Canal do P*rlamento) uma para decretar o estado de alerta vermelho e calamidade pública nesta humilde nação.

Também eu, preocupado pelos mais recentes aparecimentos destas vis criaturas, me andei a informar sobre estes Empata-Phodas .
Consegui, após uma extensa pesquisa, apurar mais um tipo de Empata-Phodas conhecido, mas como sempre nestas informações vitais mantido secreto para não causar o pânico. Sim é triste que estas informações sejam mantidas secretas, mas eu lá consegui o acesso a esses tão preocupantes arquivos, para tal fui obrigado a cobrar alguns favores a inúmeros conhecidos de elevadas patentes militares e inclusivé a alguns pertencetes aos mais altos rankings dos serviços secretos nacionais.

Empata-Phodas nº3: O Visual - foi este o nome de código utilizado para definir este tipo de Empata-Phodas que encontrei nos arquivos. O Visual tem uma forma de actuar muito própria, tal como os outros, ele está lá nos momentos mais impróprios, provocando constrangimento no humano que está a tentar "fazer pela vida", mas este, ao contrário dos outros usa todos os meios que tiver ao seu alcance para projectar imagens horríficas na mente do dito humano (daí o nome visual). Foram registados casos em que horriveis desenhos apareceram em paredes mesmo em frente ao pobre mortal, outros em que surgem ilustrações em folhas de papel. Acredita-se ainda que o Visual possa ainda entrar nas mentes das pessoas provocando-lhe ilusões terriveis de forma a empatar a phoda. Este tipo de Empata-Phodas está geralmente muito próximo pois os seus poderes não lhe permitem a projecção visual dos seus sentimentos horrendos à distância, não sendo geralmente muito dificeis de identificar pois têm o hábito de gostar de mostrar a sua "arte".

Mais uma vez fica aqui o alerta... se identificarem algum destes Empata-Phodas contactem imediatamente as autoridades competentes (B.C.E.P. - Brigada de Captura de Empata-Phodas uma ramificação ultra secreta dos serviços secretos mantida em segredo, mas nós revelamos sempre toda a verdade).

Runcolho

Tom Sawyer disse...

A pedido de várias famílias, deixo aqui o contributo para este magnífico blog que é o Mau P'rá Phoda.

Empata-Phodas nº4 - O Cola - O Cola é aquele Empata-Phodas que, conhecendo pessoalmente uma (ou ambas) das vítimas, aparece num momento (aleatório, de modo a surpreender as vítimas durante o acto da corte) e começa a coversar com elas de modo a interromper a sua actividade, para grande desapontamento e fúria das duas (não compliquêmos demasiado esta exposição de ieias) vítimas. A conversa geralmente dura mais que 10 minutos, sem limite superior de tempo, o que, mais uma vez, provoca fúria desenfreada. Infelizmente a melhor cura é ainda a prevenção, ou seja, evitar encontrar os ditos individuos. Sem mais nada a acrescentar...