terça-feira, abril 11, 2006

Compasso

Uma vez que estamos na época da Páscoa decidi abordar um tema um tanto ao quanto polémico: - o Compasso.

O compasso, como suponho que toda a gente saiba, é um grupo de homens liderados por um padre que entram em casa das pessoas para benzer as mesmas. Estas pessoas acreditam que a casa fica protegida contra todos os males para o resto do ano…
Normalmente utilizam a táctica 3-1-1; 3 mitras, 1 padre e 1 pobre coitado a segurar a cruz!
As pessoas dão o seu melhor para receber estas ilustres pessoas. Cobrem o chão de flores que chegam a produzir verdadeiras obras de arte.
Levantam-se por volta das 6 da manha e começam a fazer os salgadinhos.Vão ao talho do Sr. Matias e pedem-lhe um pedaço de presunto de pata negra. Na pastelaria compram as amêndoas da praxe, 43 pães-de-ló, e as merdas do costume.
Chegados a casa vão à sua cave buscar 1 garrafão de tinto e está tudo pronto.
O compasso anuncia a sua chegada através de 1 som irritante de 1 sino. Entram pela casa a dentro com a maior das cordialidades. Falam com os donos da casa sobre o Quim-Zé que morreu há 15 dias e tal... Os ajudantes do padre agarram-se à comida e à bebida. Qual passagem de anos qual aniversario, a Páscoa e a melhor altura para apanhar uma valente bebedeira.
No final da casa benzida o padre pega no envelope e põe-se a milhas.

E eu resumia o compasso numa palavra:- envelope. O dito cujo contendo grandes quantias em dinheiro faz as delicias dos padres deste nosso pais. Mas como a tradição esta acima de tudo as pessoas ainda acham graça a esta brincadeira.

Desejo a todos as/os nossas/os fãs uma páscoa Mau P’ra Phoda!

Anfilófio

6 comentários:

Runcolho disse...

É de facto um assunto sensível este abordado pelo Anfilófio...
Ele esqueceu-se de referir alguns pontos importantes, de entre os quais eu destaco os escuteiros!!! Não há compasso completo sem escuteiros (a menos que não os haja).
Na parte dos comes e bebes não nos podemos esquecer do Vinho do Porto que tem que marcar presença obrigatória.
Eu acho especial graça ao facto de eles entrarem em fila e as famílias ja estarem alinhadas de forma a que eles entrem e façam o percurso distribuindo a todos sem excepção o aperto de mão.
Geralmente no final da fila vem um jovem escuteiro (ou pobre rapaz que a mãe obrigou a seguir no compasso) que leva um saquinho para se fazerem os depósitos dos devidos envelopes.

A parte disso que efectivamente tem graça é descobrir quem é que mete o envelope vazio, ou quem é que mete a mão no saco e em vez de depositar faz um levantamento! (acreditem, acontece... ponham-se atentos)

Runcolho

Iron disse...

Eu so sei é k o padre no final do dia deve-se levantar com umas valemtes massas, está ele em casa na sua mesa d pano verde com uma makina d calcular e uma pala na cabeça a contar o dinheiro todo contente, a pascoa é sem duvida pos padres hehehehe

lukInhaS* disse...

ist sem falar da BADALHOKIXE k eh das pexoas terem d beijar akela cruZ xeia d baba i d microbios! YAKA! i akels kotas tds orgulhosos i tal.. mlhr! o crew da cruZ (nrmalmnt cotas) tds contents por kumprimentarem as mninas da freguesia! uuuuhhhh! digo.. a pascoa eh o dia da BABA! ka noja!

darkanion disse...

Já agora... temos de averiguar tb pk é k as pessoas beijam sempre a dita estátua nos "pezinhos" ou nos "joelhinhos"....já para nao falar nas "canelinhas"... devem ter medo de se aproximar da outra "coisinha"...

Iron disse...

paneleiro

n_atito disse...

queria deixar u meu testemunho que vem de encontro com o que é dito pelo runcolho...o facto de normalmente haver um escuteiro fazendo parte do compasso...este ano aki na miha humilde terrinha(para quem nao sabe moro no inicio do geres) a tradiçao manda que seja um jovem LObito(portanto um escuteiro)a transportar akele sino agitando o ate ganhar bolhas de agua nao mao!!!
Por outro lado n posso deixar de dizer que incomoda me o facto de beijar a cruz...i este ano cumpri a minha tradiçao que me manda por a mao a frente da cara e em vez de beijar a cruz beijo a minha mao...pois akela cruz antes de xegar a minha casa passou pela boka de muita gente badalhoca e sendo assim eu recuso me a beijar...saudaçoes