segunda-feira, março 21, 2005

A Questão dos Buddhas Carecas!

Sim!! Hoje vamos debater essa tão polémca questão dos Buddhas Carecas!! Pois é, para o Staff do Mau P'rá Phoda não existem tabus, e não somos intimidados por esses lobbies existentes na sociedade que tantas verdades escondem, nem temos medo de chocar o público, é aliás esse um dos nossos objectivos, mostrar toda a verdade ao público português, mesmo que chocante, para tentar dar uma "abanadela" a este país que anda tão em baixo... O nosso objectivo é precisamente combater essa atitude que leva abaixo muito boa gente que ,sentindo-se derrotadas acabam por usar a expressão "Ahh, porque isto tá Mau P'rá Phoda ponto blogspot ponto com!!", bem como por em claro muitos factos nesta sociedade que estão de facto Maus P'rá Phoda, isso aliado à intenção de dar a conhecer ao público essa nobre personalidade que é o Phodorico, devido à sua relevância politico-social nos tempos que correm e por acharmos que ele personaliza o espírito deste blog na perfeição.

Mas passando ao que realmente interessa, a questão dos Buddhas Carecas:
Muitos investigadores têm explorado está temática ao longo das épocas. O estudo dos Buddhas Carecas já remonta ao tempo do Rei D. Afonso Henriques (do qual o Phodorico é descendente directo) , época em que os estudiosos do rei já se preocupavam com a existência ou não desses Buddhas a par das estratégias para conquistar território aos Mouros, mas até ao dia de hoje pouca informação credível foi divulgada acerca disso.
Pois é, então vocês agora perguntam "Se esta questão já é tao antiga como é que ainda se sabe tão pouco sobre os Buddhas? Qual é o mistério por detras destes seres misteriosos, e porquê tanto medo de revelar a verdade?".
Muitos investigadores estudaram esta questão, mas nada em concreto foi revelado... alguns até estavam bem encaminhados para descobrir a verdade, mas no momento crucial, cortavam-lhes os fundos de investigação, e sem investidores interessados tiveram de cancelar o projecto. Outros desapareceram misteriosamente e outros ainda morreram de causas ainda por explicar. Todos estes casos foram obviamente abafados pelos poderosos. Muitos jornalistas tentaram expor estes casos na opinião pública, mas as notícias são desmentidas e imediatamente desviadas as atenções para uma grande desgraça algures no mundo, os jornalistas excusado será dizer que nunca mais tiveram emprego... Mas porquê tanto empenho em esconder a verdade? O que se passa é que se toda a verdade for revelada vai afectar muita gente poderosa, e pode po-los em causa... e eles não querem isso...

Cabe-me portanto a mim, Runcolho, e aos restantes membros do Staff do Mau P'ra Phoda revelar toda a verdade através deste polémico blog que tanto tem dado que falar em território nacional e até no estrangeiro.

O que se passa de facto é que todos nós temos um Bhudda Careca dentro de nós, apenas nalguns de nós eles estão mais à superfície e noutros mais no interior.
Quando não se acredita na existência dos Buddhas Carecas, eles não se manifestam fisicamente, salvo raras excepções, mas por vezes essas pessoas queixam-se de dores mas culpam-nas nalguma causa qualquer, quando de facto estas dores são causadas pelos buddhas a tentar aflorescer mas a ser rejeitado pelo corpo que não aceita a sua existência.
Os Buddhas têm a sua própria personalidade independente da da pessoa que o tem no interior, e são muitas vezes eles os culpados por certas atitudes que uma pessoa toma que parecem impulsivas e irracionais, daquelas que depois pensamos "Mas porque raio fui eu fazer aquilo?", a isso chama-se o "Instinto Buddha", nalguns indivíduos é mais forte do que noutros.
Os Buddhas geralmente manifestam-se mais no sexo masculino, atingindo por vezes tamanhos consideraveis à superfície, no sexo feminino, por norma, eles revelam-se menos, nem sequer a florescendo em muitos casos, mas na maior parte apenas toma uma dimensão diminuta.
Pessoalmente tenho uma boa relação com o meu Buddha, mas isso nem sempre acontece com toda a gente, os Buddhas gostam de ser acariciados, e preferencialmente tb gostam de demonstrações de afecto por parte do sexo oposto (salvo raras excepçoes que preferem o seu próprio sexo), qto mais estimulados eles forem mais os Buddhas se manifestam atingindo dimensões mais notáveis.

Mas resumindo, TODOS, sem excepção, temos um (grande ou pequeno) Buddha Careca, que acreditemos nele ou não, procurem bem no vosso interior, vão ver que ele está lá, é uma questão de procurarem e acreditarem, e acima de tudo, tratem bem o vosso Buddha e nunca, mas nunca maltratem o dos outros!
Runcolho

2 comentários:

Anfilófio disse...

o pessoal quer é o phodorico!

Ripado disse...

Isso e buddhs pra frente, buddhas pa tras, buddhas pa dentro e pa fora, mas na verdade e que esta questão dos buddhas tens um significado político-social que transcede muitos e determinados indivíduos. Ora sendo assim, os buddhas tomam a sua real forma na sociedade portuguesa, criando uma vital elevação nas questões morais deste país, pondo em causa o bom trabalho do staff. Numa palavra, é grande buddha este. Tenho dito