terça-feira, fevereiro 20, 2007

Os Reis do Carnaval fomos nós

Depois da PREvisão carnavalesca do Anfilófio vem a REvisão dos acontecimentos feita por mim.
Bem, a primeira coisa que tenho a dizer (isto começa a tornar-se um hábito), e sem querer parecer presunçoso ou convencido, é que mais uma vez o Staff arrasou...
Não há hipoteses, o Staff parte a louça toda (e a pedra), não há pai, nós rullamos. Era precisamente este o ponto que eu mais queria frisar neste post... creio que esse efeito já foi conseguido.

Passando à revisão da noite propriamente dita quero dar desde já os meus parabéns ao Sr. Inocêncio Coitadinho pelas suas previsões acertadas o que vem mais uma vez provar que as fontes do Staff são de um rigor e precisão imaculados.

Para o Staff a noite começou com um avultado e exuberante banquete na residência oficial do Lance com direito a animação, torneios de futebol, espectáculo multimédia e danças exóticas. Seguiu-se ao jantar e ao lazer o meticuloso processo de envergar todos os acessórios para chegar "lá baixo" e, enfim, dominar a capital do Carnaval...

O Staff foi completamente equipado para explorar a fundo as cavernas que quisessem ser exploradas por nós, e devo dizer que propostas não faltaram algumas das quais tiveram de ser delicadamente rejeitadas. Armados até aos dentes com tudo que poderiamos vir a precisar lá fomos nós. Pás, picaretas, luvas, máscaras, sacos de carvão animal, coletes retro-reflectores, chapas identificadoras Mau P'rá Phoda, capacetes e luzes psicadélicas são apenas alguns dos acessórios que tinhamos disponíveis.

Quem quer que se metesse com o Staff não se ia embora sem resposta à altura (na maior parte dos casos a resposta até tinha mais nível). Quem mais sentiu isso na pele (literalmente) foram várias diabinhas (aparentemente o Staff tem um factor que atrai diabas - uma das brilhantes descobertas da noite cujos direitos para documentários já foram vendidos à BBC, houve uma que chegou mesmo a lançar-se a nossos pés tal era o seu desespero pela nossa atenção).

Falta-me referir que ao longo deste post sempre que é mencionado o Staff estou-me a referir a todo o Staff menos o Ripado que num dos seus habituais actos de c*nice aguda optou por se demarcar do brilho dos nossos holofotes psicadélicos.

Runcolho

1 comentário:

Anfilófio disse...

dominar a CAPITAL do Carnaval...
mai nada!! :D