domingo, janeiro 29, 2006

Autocarros/ Camionetas

Já foi abordado um certo tipo de autocarros aqui no blog. Estes autocarros eram reles urbanos não querendo, claro, desprezar as míticas TUF’s.
Agora vou-me centrar mais nas grandes cidades como o P*rto, L*sboa, C*imbra, etc*.
Apesar de não serem tão interessantes quanto as TUF’s, estas apresentam certas características que lhes tornam únicas.
A começar com o seu design, que eu diria quase perfeito. Não é perfeito porque eu acho que devia haver uma porta traseira para aqueles que querem apanhar o autocarro mas querem chegar mesmo na hora. Lá está ele passa e se ao menos eles tivessem uma porta traseira eles podiam correr atrás dela e saltar la para dentro. É uma imagem no mínimo caricata.

Uma coisa a que eu acho piada são aqueles autocarros que nascem com o dom de falar. Sim há autocarros que falam! Não sei como mas eu já ouvi e a minha sanidade mental está boa. E por incrível que pareça o timbre de voz é igual de manha, à tarde e à noite.

Mas o que eu queria falar mesmo era sobre a maneira como nós tratamos estes meios de transporte. Todos eles têm um número que o identifica. Na minha modesta opinião acho eu os inventores desta ideia não tinham a leitura do 24 H*ras em dia.
E depois as pessoas é que são tolinhas. Vira-se uma:- “Olha ali o 29, oh, foi-se!!”. E depois aqueles que fazem o percurso inverso têm um “t” no fim, por exemplo 7t.
É mais do que óbvio que os autocarros deviam ter nomes de posições sexuais. Para além de ser de mais fácil memorização, não tinham que decorar milhentos números era bastante mais divertido!
Imaginem por exemplo o autocarro seminário. É claro que era o que fazia o caminho mais básico e onde a maior parte das pessoas iam para o emprego. Autocarro sessenta e nove fazia o trajecto mais longo. E todos aqueles que fizessem o percurso inverso tinham a terminação doggy style.
Aqui fica a minha sugestão.
PSD: Aniversário Mau P'ra Phoda é para breve:)
Anfilófio

18 comentários:

ogee disse...

Tu e o fascínio por autocarros, nnc vi nd assim...

"Sim há autocarros que falam!" --> Ui, é o dilírio total. lololo. Em Coimbra todos os autocarros relativamente recentes falam; já faz parte!

"E depois as pessoas é que são tolinhas. Vira-se uma:- “Olha ali o 29, oh, foi-se!!”." --> Os autocarros aumentam exponencialmente o nível de stress numa pessoa que deles dependa; estámos nós a dirigirmo-nos para a paragem e passa por nós o único autocarro que nos leva precisamente onde queremos ir, e se for preciso só passa outra dali a 30min. É smp bom quando isso acontece!

Autocarro seminário? Esse em Coimbra dirigia-se para a baixa de certeza:p

Os autocarros deviam era ter uma lista em letras garrafais dos sítios por onde param; quem é que nnc apanhou um autocarro a pensar que ía mais ao menos para a zona do destino pretendido e acabamos é na outra ponta da cidade... Enfim, mágoas passadas:p

Mariana

Feel it disse...

pra min transportes publicos so com uma boa musica...BUS.... ok ... musicola .. do tipo "grupo et*n*gr*f*c* de santa marta de bougado.. " autocarro do amor...", isso sao autocarros... agora autocarros com numeros..??
beijos as fas.. do auto bus 69

Runcolho disse...

Concordo com muitos dos pontos referidos no post do Anfilófio, mas algumas das suas conclusões tem algumas falhas ou incorrecções (não por erro do Anfilófio, mas possivelmente uma das fontes que ele usou na sua pesquisa o induziu em erro)ou eu simples e pessoalmente não concordo.

Os autocarros não nascem mesmo com o dom de falar!! Toda a gente sabe que dentro de cada autocarro existe uma "senhora-que-fala" e que vai transmitindo a informação necessária ao utilizador.

Concordo que os numeros podem ser muito confusos, mas por vezes cria expressoes engraçadas do tipo "Eu vou no quinze!" ou "Se calhar vou de quatro..".

Outra coisa... essa ideia das posições sexuais é sem duvida mais estimulante, mas não resolve o problema dos números, já que ainda falas em 69...

E queria também acrescentar uma coisa que eu considero uma falha tremenda não ter sido mencionada. Quando se falam de autocarros é obrigatório mencionar os autocarros da queima.Nestes autocarros não há possibilidade de erro ou confusão já que o autocarro diz na frente "PARQUE DA CIDADE" e está cheio de posters da queima, mas, neste caso isso é tudo informação desnecessária porque basta seguir a enxurrada, mas com o cuidade de não ficar para trás pois o mais certo é já não ir neste e ter de esperar pelo próximos, apesar de nos autocarros da queima caber sempre mais um nem que tenham de ir praí 7 com os braços ou a cabeça de fora...

Runcolho

Administrador Takis disse...

Tudo autocarros de m*rda! Viva a ARRIVA e os motoristas antipáticos

tixa disse...

Já pensaste em propor isso dos autocarros sugestivos aos STCP??
Gosto dos que dão aquela músiquinha fatela!

GURUS de CIVIL disse...

TUF's... Mas eu andei nas TUF's
akele design rectitileo, com um amarelo semi-nu rascurado por uns riscos verdes que suavizam o impacto dos transportes na mui nobre cidade de Famalicão.

Os interiores são digno de um alto conforto cujo bem-estar apenas se altera em dias de temporal... onde se infiltram pequenas goticulas de H2O...

E os numeros, muito melhor de 1 a 12 mais os lugares excepcionais com o 33 e o 44!!!

Pois isto sim, um post magnifico sensibilizando qq amante das TUF's

Comprimentos "civilianos"
http://gurusdecivil.blogspot.com/

Anfilófio disse...

é com muito orgulho q recebo um comment da UM!força nisso Gurus.

PS:Acho que foram voces que me praxaram, so n revelo a minha identidade.lol

GURUS de CIVIL disse...

anfilófio???

Talvez foxemos nós... lembrra-me de um caloiro de Fama (pois tb sou de lá) mas n estou recordado q tivesse ido pa FEUP

ASS: GURU jouom Bitóre, q ker patentear a expressão "RAIOS DO CATRAIO" pra mui nobre cidade d Famalicão... :P

Anfilófio disse...

sou da UM!!!e este nome n tem nd a haver c o nome de praxe.

Anónimo disse...

... q é Kammu/Toni/Pedro

Anfilófio disse...

quem será este anonimo...grrr

GURUS de CIVIL disse...

axo q ja tou a ber...
Kammu :P

pisconight disse...

Poucas foram as vezes que andei de autocarro, mas com uma ideia assim, até era capaz de embarcar no 69 de vez em quando...
;)

Anónimo disse...

heeeyy
I`m alive!
***saudações phodoristas

by strawK

Anónimo disse...

ha?aniversário, ouvi dizer?
quando é? :o
mais uma festa na Póvoa?:D
***Karie

Anfilófio disse...

novo post ta la td!é pa aparecer.

celia disse...

lolol....nunca vi ninguem a falar sobre autocarros d uma forma tao convicta.....lolol...mas pronto...uns defendem a teoria das batatas, das cebolas, das couves...tu defends os autocarros....tipo, so nao fales é em vao da palavra design...pois esta palavra deve ser detalhadament pensada antes d ser aplicada em qq circunstancia....mas ta bem...
Quanto ao facto d teres ouvido autocarro q falam, tb nao t deves eskecer q o meu elevador tb fala....sim, fala....e diga.s d paxagem q a voz é bastante sexy e axim..lolol...mas s axim é, agr pergunto.m s também nao havera logica em q tanto os autocarros como as caixas multibanco e csas dest genero tb poxam dar umas palavrinhas???...lololololol....
bem, ja comentei....agr nao m sacrifikes a mais uma csa destas...lololol.....beijo

Bus Driver disse...

Todos os dias transporto pessoas de um lado para o outro.
Sexo e transporte publico é coisa que não combina, ex: outro dia uma jovem com os seus 35 anos disse-me assim da traseira do autocarro -" O Sr motorista não me quer abrir aqui atrás?"- claro que era a porta mas sei lá.
Outra situação, para regalo dos nossos olhos mas muito perigoso para os automobilistas são certas publicidades como por exemplo aquela enorme traseira dos STCP preenchida com uma publicidade de um produto de beleza em que consiste numa imagem em ponto gigante de um belo "bujão" moreno com calções brancos ou então a esporadica publicidade a lingerie nas paragens...assim não há concentração possivel para nós homens com tamanha docaria.
Mudando de assunto existe aquela situação em que entram no autocarro e dizem -"Hei ó seu motorista, a qu'oras passou o otro'tócarro, tô'qui à mea hora!"- ou então apenas perguntam a que horas passa o anterior porque já lá estão há bastante tempo e o colega não passou e eu digo por ex ás 14:30 ao que prontamente respondem "estou aqui desde as 14:20 e não passou" mas como seria de esperar é tudo fogo de vista pq na verdade passou ás 14:25.
Tb gosto daqueles que fazem paragem e ficam a "esmifrar" o cigarro e que quase entram a fumar, o que vale é que só abro a porta depois de deitarem fora o cigarro e o fumo.
E então aqueles que cheiram mm mal?Daqueles que dá a volta ao estômago?Ou as peixeiras que falam mais alto que as sirenes da policia.Ninguem reclama, só o motorista é que nunca agrada aos passageiros.
No meu autocarro só passa reggae, chill-out, hip-hop ou drum 'n' bass e ninguém se queixa, tb quando chegar esse dia desligo o auto-rádio e as pessoas passam a ouvir as cuscas a falar sobre este, aquele e o outro, aquelas conversas de café e que invariavelmente as têm no autocarro.
Existem passageiros que tentam sempre "mitrar" o bilhete, só que eu sempre atento e chegada a zona alerto que tem de sair ou comprar outro bilhete, só falta baterem-me.Esquecem que estou a trabalhar e normalmente são sempre as mm pessoas a fazer isso, logo, ficam "marcadas".E os drogas?Pagam o bilhete com moedas pretas para que o motorista não as conte mas como sei qual é o filme deles não preciso de as contar para saber que falta e digo "desculpa lá..." e eles "pois é, ó colega faltam dez centimos, não é?".
ou então os há que passam por traz das pessoas que compram o bilhete mas não sou burro...espero que se sentem para depois "tens passe?", "tenho", "então mostra pf".Fingem procura-lo para quê? Não seria suposto saberem onde está partindo do principio que ainda à momentos o tinham mostrado?
Bem, existem um sem nº de situações que poderia acrescentar mas deixo esta ultima numa forma de conselho: se não querem levar troco em moedas de 10 ou 20 centimos não pagem com notas, levem trocado.O autocarro ou o motorista não são um porta moedas ou caixa multibanco.Pelo menos eu sou assim, nem que esteja cheio de moedas de 1 ou 2 euros tento dar o maximo possivel troco em moedas pequenas (uma vez uma pessoa ao ver que ia dar essas moedas arranjou logo trocado).O motorista não nasceu ontem, não é da Lourinhã e certamente já fez todos os truques que nos impingem pq tb já foi passageiro.